Buscar
  • solareasyenergia

Quanto Custa? Preços dos Sistemas de Energia Solar Fotovoltaica

Atualizado: 17 de Nov de 2020

Uma das grandes dúvidas que surge quando há a intensão de adquirir um sistema de energia solar é, sem sombra de dúvidas, qual o valor a ser investido no ato da compra. Portanto, há boas noticiais por aqui. Existe uma diversidade de itens que tem auxiliado os consumidores nesse quesito e um dos fatores que vem impulsionando a redução dos preços é a popularização de sistemas fotovoltaicos no mercado brasileiro por meio do aumento da quantidade de instalações. Queremos nesse breve texto auxiliar o leitor com respeito a este item que mexe diretamente no bolso do investidor e, consequentemente, na rentabilidade do capital investido.




Estamos hoje cercados por uma cultura que busca preço antes mesmo de analisar as características e as vantagens de cada produto disponível no mercado. É por isso que enfatizaremos mais uma vez que energia solar não é tudo igual. Por não ser tudo igual não podemos pegar todas as tecnologias de sistemas fotovoltaicos e compará-las sobre um ponto de vista único, nem mesmo julgar que todas as tecnologias estejam em um mesmo patamar. Analisar dessa maneira faz com que o processo aquisitivo do sistema se torne um grande risco ao capital investido.


Atualmente as tecnologias que sofreram restrições nos principais mercados mundiais por motivos de segurança escondem do investidor uma série de características de seus equipamentos para que possam "desová-los" no mercado brasileiro. Em uma analogia podemos comparar o sistema de energia fotovoltaica com o processo de aquisição de um aparelho de telefonia móvel (celular). Nesse mercado existe a oferta de aparelhos celulares cuja funcionalidade serve somente para ligações, aparelhos que operam dados e voz como os smartphones 3G/4G e também os mais tecnológicos que reúnem em si diversas funcionalidades como os que operam em 5G. Não obstante, hoje encontramos diferentes tecnologias de sistemas fotovoltaicos baseados em inversores tradicionais (denominados também como inversor de string ou de parede), inversores simplificados com a tecnologia de otimizadores de potência e também os microinversores. A escolha da tecnologia é de extrema importância para o alcance do objetivo estabelecido.


Algumas análises são feitas no mercado para distorcer o real valor que cada tecnologia de sistema entrega como resultado de geração de energia. Esse é um fato preponderante a ser analisado pelo investidor durante o período de uso do sistema, pois é esse resultado que trará o real retorno financeiro do projeto. Portanto, premissas que se utilizam de dados inconsistentes baseados apenas em estimativas darão somente um norte, mas não poderão ser o principal alicerce de análise, tais como:


Comparando a potência dos sistemas (R$/kWp):


Diferentes tecnologias de sistemas fotovoltaicos têm potenciais de geração por kWp diferente umas das outras. De acordo com testes independentes os sistemas com a tecnologia MLPE podem produzir até 30% a mais de energia que um sistema tradicional de mesma potência.

Comparando o potencial de geração de energia (R$/Kwh):


Esse tipo de comparação se torna incerto e impreciso por partir de suposições de resultados, pois não há possibilidade de prever com certeza qual será o desempenho do sistema. A geração fotovoltaica depende de vários fatores externos de difícil assertividade como meteorologia, parâmetros da rede, tempo de funcionalidade do sistema, desempenho do sistema e muitos outros fatores que influenciam diretamente nesses índices.


As propostas mais arriscadas e perigosas são aquelas efetuadas sem que haja análise da condição local da instalação. Algumas empresas imprudentes do mercado elaboram propostas baseando-se apenas no consumo em kWh informado pelo comprador do sistema deixando uma lacuna de desconhecimento quanto aos dados que impactam diretamente o sistema como: parâmetros de fornecimento (monofásica, bifásica e trifásica), tipo do telhado da edificação, área útil para instalação, sombreamento e muitos outros fatores.


O MELHOR MODELO DE ANÁLISE (R$ / Tempo de garantia)


Para analisar o melhor custo benefício para aquisição do sistema de energia solar bem como o alcance de maior rentabilidade e retorno financeiro é necessário considerar se a empresa instaladora realiza vistoria “in loco” e também basear a análise em fatores mais concretos. Comparar dados como garantia do conjunto fotovoltaico (inversores e módulos – itens de maior peso na proposta) e o valor da proposta são dois fatores reais que estão descritos e previamente estabelecidos no ato da compra.


Com essas informações é possível concluir que, do ponto de vista da realidade, a equação mais adequada para fazer o comparativo de propostas de sistemas fotovoltaicos é dividindo o valor do sistema pelo tempo de garantia (R$ / Tempo de garantia). Como se trata de um investimento o tempo de funcionamento do sistema é o fator mais preponderante para garantir o retorno do investimento e gerar receita.


Um fator que colabora muito com o item garantia é analisar como funciona a garantia do fabricante, especialmente a garantia dos inversores. Existem garantias que oferecem apenas o conserto do equipamento, enquanto há garantias baseadas na troca do equipamento que apresentar defeito. Ter o direito a troca é a melhor opção, pois ficar refém de conserto é ficar dependente também da disponibilidade de peças e mão de obra qualificada e autorizada pela fabricante no mercado local.


Esperamos que sob essa perspectiva possamos ter te auxiliado no processo de análise para aquisição de seu sistema de energia solar fotovoltaica.

100 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo